Os narcisistas são mestres da linguagem que usam palavras para enganar, coagir, seduzir e enganar. Eles têm a língua bifurcada de uma víbora e não têm dúvidas quando se trata de abuso venenoso nas suas vítimas.

A forma verbal é o seu método preferido de manipulação e eles têm um talento para dizer a coisa certa no momento certo para confundir, menosprezar e degradar a outra pessoa.

Eles desvalorizam as suas vítimas, propositalmente tentando fazê-los se sentir inúteis para que eles possam subjugá-los à sua vontade. Os jogos de mente implacável do narcisista são incrivelmente prejudicial para aqueles no fim de recepção; que pode levar à ansiedade, depressão, e toda uma série de outros efeitos psicológicos.

Vítimas são deixadas traumatizadas pelo bombardeio, com dor emocional que parece não ter fim. Eles tornam-se mentalmente incapacitada pelo ataque, sem entender o que está a acontecer ou como escapar dela.

É por isso que é tão importante para saber mais sobre a língua sádico de narcisistas; só então serás capaz de reconhecê-lo:

Baixo nível de abuso de Stealth

Este é um guarda-chuva para o fluxo quase incessante de pequenos comentários, quase insignificantes que formam a base de abuso verbal de um narcisista.

Isto é como eles costumam começar a exercer o controle sobre as vítimas. No início do relacionamento pode parecer nada mais do que uma pequena falha no seu comportamento de outra forma encantadora.

Muitas vezes, com um sorriso amigável eles vão dizer coisas como “és uma muito sensível não és?” Ou “não, vocês não entenderam o que eu estava a dizer.” Estes são os começos de um processo muito mais longo para deitar a vitima abaixo, mas eles raramente são encarados como graves mas sim com aparente insignificância.

Eu não quis dizer isso, estava apenas a brincar

Outra forma que um narcisistas vai usar com maldade para com as vitimas vítimas é de se desculpar constantemente pelos insultos ou críticas , afirmando que não queria dizer-los.

Eles sabem muito bem que a sua presa terá sido ferido com o comentário inicial, daí desculpam-se para encobrir a sua intenção maliciosa . Eles dizem que eles estavam a brincar mas , na realidade, eles foram astuciosamente para a ofensiva numa posição dominante.

Provocam inseguranças e fazem o outro sentir-se falhado

O narcisista tem uma incrível capacidade de provocar inseguranças no outro e identificar todas as coisas que a outra pessoa considera como falhas. Eles também têm uma memória brilhante para essas coisas e tempo quase perfeito quando se trata de usá-los contra as suas vítimas.

Eles usam da vulnerabilidade para rebaixar as defesas do outro. Para a vítima, ela sente a vulnabilidade do outro como forma de construir e fortalecer o vínculo que tem sido até agora mas para o narcisista, é uma maneira de construir a sua munição para uso em uma data posterior.

Quando chegar a hora, eles vão lançar uma ofensiva, usando as informações que lhe destes por confiança reabrindo feridas antigas e causando-te trauma e dor.

Também vais gostar destes:
Admiro as pessoas nobres que não se sentem superiores a ninguém.
Mães e filhas: a força num vínculo

Falsos elogios 

Fazer-se passar por simpático, encantador  e até mesmo de cortesia é uma habilidade que a maioria dos narcisistas têm. Eles podem elogiar outras pessoas quando lhes convém, mas nem uma única palavra do que dizem é sincero e honesto.

Em vez disso, eles usam falsos elogios para manipular os outros, para levá-los onde pretendem. Eles podem dizer coisas como ” Eu gosto do teu vestido, mas ele realmente não te ficar bem”.

Pode parecer honestidade, mas não é nada. O elogio é nada menos do que uma mentira – algo que eles próprios não acreditam , mas que serve o seu propósito.

Este é outro exemplo de abuso implícito; algo que nem sempre pode parecer tão mau para a vítima, mas isso tem um efeito cumulativo e prejudicial sobre a auto-estima do outro.

Projeção

Pensamentos e ações tidas por um narcisista e consideradas indesejáveis , vis e maliciosas não são coisas que eles desejam ver em si mesmos. Para superar isso, eles projetam sobre a vítima todas essas características como uma forma de transferir o problema para outra o outro.

Eles verbalizam palavras destinadas a convencer a outra pessoa da sua má conduta para fazê-los acreditar que eles fizeram algo de errado, mesmo que isso não seja verdade.

Eles fazem acusações como ” és paranoico ” ou ” és um maníaco ” para espelhar os seus próprios problemas e transplantá-las para as crenças das suas vítimas.

Eles repetem isso com tanta convicção de que a outra pessoa acaba por pensar que eles realmente incorporam essas características ou que eles cometeram realmente algo de errado.

Tradução realizada pela equipa de Soutaoboa.com