Uma pessoa que deseja realmente crescer, melhorar e evoluir deve, em primeiro lugar e acima de tudo, desejar genuinamente que algumas mudanças ocorram na sua vida.
Ela deve saber que as mudanças externas, sejam em relação ao trabalho, à situação financeira, ao relacionamento com pais, filhos, namorado, enfim, sejam em qualquer área de sua vida, é essencial que haja, antes, uma mudança interna.
Ou seja, que ela mude a sua forma de pensar, de agir e de se comportar diante da vida. Tem uma frase da Programação Neurolingüística (PNL) que diz assim:
“Se continuares a ter as mesmas atitudes que sempre tiveste, vais continuar obtendo os mesmos resultados que sempre obtiveste” .Isso significa que para obter novos resultados é preciso ter novas atitudes!

Certamente, muitas pessoas pensarão: “Ah, mas isso é óbvio!”
No entanto, fico impressionada com a quantidade de pessoas que tenho visto a reclamar da situação em que se encontram, da vida que têm levado e das conquistas que gostariam de fazer e não conseguem…

Essas pessoas parecem estarem a sofrer de uma espécie de surdez, cegueira e mudez!
E mais: de certa forma, parecem estar com uma paralisia mental e espiritual.
Reclamam, reclamam e reclamam, mas não se arriscam a mudar absolutamente nada!

Também vais gostar destes:
Viver a reclamar pode afetar o teu cérebro, alerta estudo!
Se não queres que os teus filhos sejam malcriados pára de fazer isso imediatamente.

Continuam a fazer tudo igual, todos os dias, automaticamente, como se fossem máquinas, como se por trás dessas atitudes não houvesse uma nobre missão a ser cumprida, como se a vida fosse uma seqüência de atitudes sem sentido e mecânica…
E, muitas vezes, não é por falta de recursos ou de sugestões.