Falemos de um tema polémico que causa revolta em todas aquelas pessoas baixas.
O sonho de todas as crianças é ser bonitas e altas, pois desde tenra idade é lhes passada a ideia que só as pessoas altas são bonitas e bem-sucedidas na vida. Quando alguém passa muito tempo sem ver um bebe a primeira coisa que vai dizer mal o veja é: “Que grande que ele está” e “este bebe vai ser alto”.
Os anos vão passando, alguns vão ganhando centímetros a cada dia, mas outros permanecem uns autênticos pintores de rodapés.
Os mais sofredores com esta situação são claramente os homens que no imaginário feminino tem que ter 2 metros de altura e tudo o que seja abaixo disso não é de todo uma primeira opção para casar.
Já no que toca às mulheres existe em Portugal um ditado que diz “A mulher tem que ser como a sardinha, pequenina”. Pobre é de quem não gosta de sardinhas…
Mas, nem tudo são rosas para as senhoras e para serem modelos as baixinhas já não servem.
Mas, felizmente chegou a vingança dos baixinhos deste mundo!
Pessoas de menor estatura vivem mais. Essa foi a conclusão de uma pesquisa realizada pelas Universidade de Louvain (Bélgica) e da Universidade de Cagliari (Itália).

O estudo foi feito com 500 homens e segundo os dois professores das universidades que fizeram a pesquisa, os homens baixos vivem dois anos a mais que os de estatura alta.
Como era previsível em cada pesquisa, a conclusão é de que os corpos mais pequenos têm uma maior capacidade de substituição das células, menor concentração de proteína C-reativa que com níveis elevados, pode resultar em problemas cardiovasculares além de que são mais eficientes na hora de bombear o sangue, apresentar menores danos no ADN e maior quantidade de SHBG (glicoproteína que se encarrega do transporte das hormonas).
Esta pesquisa foi feita com 500 homens que nasceram entre 1866 e 1915 na ilha italiana de Sardenha. Não foi por acaso que este estudo foi realizado neste local, pois aqui a esperança de chegar aos 100 anos de vida é das maiores do mundo (a cada 100 mil habitantes, 22 chegam aos 100 anos) além de ter uma das populações mais baixas da europa.
No fim das contas, o perfil de quem vive bastante tem até 10% de relação com a estatura. O resto vem da alimentação, exercícios físicos, cuidados médicos, bem como vida social ativa e saudável.
Por isso nem tudo está perdido para vocês, os mais altos! ;)

Partilha