Pessoas que não cortam relações com ex podem ser psicopatas, afirma estudo.

O relacionamento acabou e depois que a raiva passa, há gente que sente vontade e se dispõe a manter amizade com o ex. Outras pessoas, porém, não querem ver o antigo namorado(a) nem pintado de ouro! A ciência entrou na jogada para entender qual dos dois comportamentos é o mais, digamos, normal.Arriscariasdescobrir qual foi o resultado?

Dá para ser amigo do (a) ex?
Uma pesquisa realizada pela Universidade de Oakland, nos Estados Unidos, cruzou traços de personalidades de voluntários e descobriu que quem mantém contato com ex tem mais propensão a ser narcisista, psicopata e a maquiavélico.

Dentre as motivações desse tipo de pessoa, estão os interesses financeiros, sexuais, possessivos e de manipulação. A pesquisa também revelou que os homens costumam manter mais amizade com ex do que as mulheres.

O teste foi feito com mais de 800 pessoas que foram avaliadas a partir das suas opiniões em relação ao ex, e sobre graus de importância de características de personalidade, por exemplo, confiável ou sentimental.

Os pesquisadores sugerem que os antigos namorados(as) tendem a ter menos qualidades de amigos do que aquelas pessoas com as quais nunca houve envolvimento afetivo. “Eles são emocionalmente menos solidários, menos prestativos, menos confiáveis e menos preocupados com a felicidade da outra pessoa”, segundo reportado pela psicóloga Juliana Breines, da Universidade de Breines, no blog americano de psicologia, Psychology Today.

Também vais gostar destes:
Namoro com um psicopata? 10 sinais do distúrbio para fugires da relação
– Pais que criam boas crianças fazem estas 5 coisas, dizem psicólogos.

Então quem corta laços com o (a) ex-namorado (a) tem menos chances de ser psicopata. E quem não aceita, menos chances de sofrer com isso. Mas, calma, apesar disso, não significa que todo mundo que é amigo do ex é um psicopata.

TEXTOVix/Patricia Beloni

Partilha