Chocolate amargo é sinónimo de malvadez! Quando conheceres uma pessoa, nem te preocupes em saber o nome dela, preocupa-te em perguntar qual tipo de chocolate ela prefere. Se a resposta for amargo, fica esperto: cientistas da Universidade de Innsbruck, na Áustria, acabam de chegar à conclusão de que as pessoas psicopatas realmente gostam do sabor amargo. E dizem mais, quem consegue desfrutar o café sem açúcar e o gin tónico, também pode ser um psicopata.

O que revelou o estudo?
Os pesquisadores austríacos estudaram quase 1.000 paladares diferentes para chegar a esta conclusão: as pessoas que gostam de comida amarga tendem a ser mais desagradáveis: vaidosas, egoístas, sádicas, narcisistas, e até mesmo psicopatas.

De acordo com o estudo, os resultados sugerem que as pessoas que têm prazer em alimentos e bebidas de gosto amargo têm um lado mais obscuro na sua personalidade. Estes resultados são a primeira evidência clara de que as preferências de sabor amargo estão ligadas a a traços de personalidade malévolos.

Entende a metodologia
Não apenas uma, mas duas experiências provaram que isso seja assim. Na primeira experiencia, um grupo de 500 pessoas foi convidado a avaliar o quanto gostavam de certos alimentos. Estes homens e mulheres, com uma idade média de 35 anos, também completaram quatro diferentes questionários sobre a sua personalidade. As perguntas tinham objetivo de testar os níveis de agressividade, tolerância à provocação e tendência à violência física..

Também vais gostar destes:
Bolo gelado de chocolate fácil. É de comer e chorar por mais.
Aprende a fazer arroz doce de chocolate!

Assim, descobriu-se que as pessoas que disseram coisas como “eu gosto de atormentar os outros” eram os mesmos perfis daqueles que realmente gostam de água tónica. A segunda experiência confirmou os resultados da primeira e, dessa vez, mais 450 pessoas foram testadas.

Os pesquisadores explicaram que, no geral, o sabor amargo surgiu como um pressuposto para maquiavelismo, psicopatia, narcisismo e sadismo diário. Em contrapartida, as pessoas agradáveis, amáveis, simpáticas e cooperativas, tendem a não gostar de alimentos amargos