Postar fotos dos filhos nas redes sociais pode ser um hábito aparentemente inofensivo com a simples intenção de mostrar momentos fofinhos ou engraçados aos amigos e familiares. A prática, no entanto, pode apresentar sérios riscos. Depois da campanha A autoridades internacionais fizeram alertas importantes aos pais. Nos últimos meses, até o Facebook chegou a pronunciar-se sobre a questão.

Também vais gostar destes:
Crianças com mimo dos pais serão adultos mais confiantes.201
Criança de 13 anos entregue de forma fácil ao assassino. Todos os pais devem ler!

É compreensível o orgulho que os pais sentem das suas crianças, mas, que é preciso ter cautela na divulgação dessas imagens.

Riscos de colocar fotos dos filhos na internet
Futuramente, crianças podem acessar imagens e sentirem-se constrangidas.
De acordo com site americano de cultura e tecnologia The Verge, a instituição manifestou-sedessa maneira por três motivos. Dois deles servem de reflexão para pais de qualquer nação:

Mau uso das imagens
O primeiro deles é o risco de as imagens serem acessadas por pessoas mal-intencionadas, chamadas pelos franceses de “predadores”, que podem disponibilizá-las em sites de pedofilia. A divulgação ainda pode facilitar a ação de criminosos no planeamento de roubos ou sequestros.

Constrangimento posterior
Outro motivo dado pela polícia são os impactos sociais e psicológicos que essas imagens podem ter posteriormente. Ao crescer, a criança pode deparar-se com relatos e fotos antigas e sentir-se constrangida ou traumatizada.

Processos
De acordo com o site, na Europa, filhos ainda podem processar pais, responsáveis pela proteção da sua imagem, por violação de privacidade. Para estes casos, a lei prevê multa e até um ano de prisão.

Ferramenta do Facebook para proteger crianças
Ferramenta visa barrar fotos inapropriadas para redes sociais, mas ainda não foi lançada
O problema pode tomar proporções tão grandes que até os dirigentes das redes sociais se manifestam. Em Novembro de 2015, numa conferência internacional realizada em Londres, Jay Parikh, vice-presidente de engenharia do Facebook, disse que a empresa considera disponibilizar uma ferramenta para fazer alertas aos pais no momento em que eles fossem publicar registros dos pequenos. Para mostrar como ele funcionaria, Jay exemplificou: “Se eu fosse fazer o upload de uma foto dos meus filhos a brincar no parque e, acidentalmente, partilhasse com o público geral, este sistema poderia dizer: ‘Ei, espera um minuto, esta é uma foto dos teus filhos. Normalmente postas isso apenas para membros da sua família. Tens a  certeza que queres fazer isso?’”

Como postar fotos dos filhos com segurança na internet

Para poder fazer as publicações com segurança, especialistas recomendam:

Não postar fotos de crianças no banho ou na piscina. Além de constrangê-la, elas são um prato cheio para indivíduos mal-intencionados;
Deixar a visualização apenas para amigos e não para o público em geral;
Não ativar a localização das postagens para que nenhum desconhecido descubra os lugares frequentados pela família;
Não colocar fotos dos pequenos com o uniforme da escola, na frente do colégio ou residência para evitar que os lugares frequentados sejam identificados;
Não postar fotos de outras crianças, como amigos da escola ou do clube, sem que os responsáveis permitam;
Não divulgar imagens da criança perto de bens de valor da família, como veículos ou itens tecnológicos;
Não postar imagens em alta resolução, já que elas podem ser facilmente editadas.

FONTEBolsa de mulher