Quando o teu coração parou. Quando tu morreste, o meu mundo desabou, a tristeza e a revolta tomaram conta de mim, não queria acreditar no que tinha acontecido, não queria acreditar que tu tinhas partido.

Eras tão nova, ainda tinhas tanto para viver, porque é que aconteceu isto? Porque tinhas de ser tu? Porque é que foi assim? Porque é que não foi tudo diferente? Porque é que te levaram? Porque é que foram tão injustos contigo? Porque é que as pessoas boas morrem tão cedo? Porque? Porque?

Quando o teu coração parou, eu desejei que o meu parasse também, pensei em desistir, pensei que não conseguiria juntar forças para continuar, para lutar, para tentar sobreviver neste mundo sem ti.

Cada dia que passa é mais difícil viver sem ti, a tua partida deixou um vazio no meu coração, na minha alma e na minha vida, quando tu partiste metade de mim foi contigo, e hoje ainda é tão difícil tentar seguir em frente.

Já pensei e quis tantas vezes acreditar que isto não passava de um pesadelo, e que quando eu acordasse tu ainda estarias aqui comigo, do meu lado para me abraçar, mas isso nunca acabou por acontecer.

Cada dia que passa sinto mais a tua falta, a falta da tua presença, falta do teu sorriso, da tua voz, do teu cheiro, do teu abraço, sinto falta das nossas conversas, dos teus conselhos sábios, sinto falta do teu toque, sinto falta de ti e de tudo aquilo que era e tinha contigo.

Tu foste mais que uma amiga, foste uma irmã, foste um porto seguro, um pilar, e uma conselheira, foste alguém que marcou, alguém que estava sempre presente, alguém em quem se podia confiar e com quem se podia sempre contar, tinhas sempre um sorriso e um abraço para dar.

Se eu soubesse que isto ia acontecer tinha feito tudo diferente, tinha passado mais tempo contigo, tinha dado a devida e real importância que merecias, tinha-te ouvido mais vezes.

Também vais gostar destes:
Sinto-me cansada
Nuno Eiró chora a morte da mãe: saudades do meu amor

Não tinha discutido tanto contigo, não tinha perdido tempo com coisas estúpidas enquanto o podia ter aproveitado contigo, não tinha guardado para mim e esperado para dizer tudo aquilo que te queria dizer hoje, que te amo, que fazes-me muita falta, que tenho muitas saudades tuas, que nunca te vou esquecer, e que dava tudo o que tenho para ter-te aqui comigo de novo.

Quando o teu coração parou, perdi tudo, roubaram-me tudo, o meu mundo parou de existir.

TEXTOJoana G. Torres

Partilha