Originalmente extraído da mamona, o óleo de rícino é o novo produto para para a queda e falhas no cabelo. Além de ter potencial hidratante, possui ação anti-bacteriana e anti-fúngica, o que ajuda a fortalecer o couro cabeludo, evitando a queda e estimulando o crescimento dos fios.

Benefícios do óleo de rícino
A dermatologista Elizete Kaffer, especialista em tricologia, explica que nos casos em que as falhas no cabelo são ocasionadas por contaminação fúngica ou por bactérias, o produto pode ser útil, pois ajuda no controle da proliferação dos micro-organismos. “Mas, nos casos graves, de fungos resistentes em que o processo inflamatório capilar é intenso, se não tratado rápida e especificamente podem evoluir e haver substituição do couro cabeludo por cicatriz e perda irreversível capilar. Portanto, na dúvida, consulta sempre o teu médico“, orienta.

Já para tratar a queda de cabelo, quando causada por desidratação e consequente fratura capilar, o óleo de rícino é excelente. Mas, nos casos em que a queda de cabelo é hormonal ou metabólica, não há melhora clínica.

Óleo é originalmente extraído da mamona
Como usar
Para um resultado mais rápido, aplica o óleo de rícino no couro cabeludo antes de dormir, dia sim e dia não, e lava sempre no dia seguinte ao te levantares. Para um tratamento em longo prazo, aplica a cada quinze dias uma mistura de uma colher de sopa de óleo para duas colheres de sopa de máscara e lava em 2 a 4 horas após a aplicação.

No dia a dia, é possível também usar o óleo de rícino como finalizador, sem enxáguar. “Em doses diluídas ele pode ser aplicado nos fios com efeito hidratante e selante. Mas nunca uses antes do secador e do alisador por reagir a temperaturas altas“, alerta.

Após aplicação do produto, cabelo deve ser lavado normalmente
Cuidados ao aplicar
Ela explica ainda que o ideal é sempre utilizá-lo diluído em outros produtos, pois dependendo da quantidade, pode causar a obstrução dos poros capilares por óleo, piorando a queda. “A famosa frase ‘a diferença entre o remédio e o veneno é a dose’, pode ser aplicada a ele também. Dependendo da concentração e tempo de exposição pode ocasionar irritação no couro cabeludo, por isso nunca se exponha ao sol após a sua aplicação“, diz.

Além disso, é preciso ter cuidado ao aplicar para evitar o contato com a pele, olhos e mucosas em exposição solar e evitar as indesejáveis manchas de sol. O uso também é contra-indicado para gestantes.

Também vais gostar destes:
Livra-te dos cabelos brancos de forma natural e sem gastar muito dinheiro.
Queres ter os cabelos e pele bonitos? Bebe cerveja, diz estudo!

Onde comprar
O óleo de rícino pode ser encontrado em farmácias e mercados, mas a profissional recomenda pesquisar a procedência e o grau de pureza antes de utilizar, pois existem vários fornecedores que, dependendo do tipo de técnica de extração – a frio ou a quente, prensagem ou desidratação – conseguem um potencial maior ou menor.