O verdadeiro amor é uma escolha. Para um relacionamento feliz é a devoção constante à pessoa, sem depender das circunstâncias temporárias. Muitas pessoas, em vez disso, se acostumaram com os altos e baixos do amor romântico. Quando os sentimentos acabam, desistem.

Muitos começam um relacionamento para compensar o que lhes faz falta ou o que odeiam em si mesmos. É um bilhete só de ida. O amor torna-se uma condição: estão juntos, enquanto têm a oferecer algo para o outro.

Uma pesquisa da Associação Americana de Psicologia comprovou que para ter um relacionamento feliz, precisas partilhar absolutamente tudo com o seu parceiro – de conquistas a derrotas, sorrisos a choros e sonhos a medos. Ser um livro aberto é essencial!

Para um relacionamento saudável e feliz é preciso também que os dois indivíduos sejam psicologicamente saudáveis ​​e felizes.

Também vais gostar destes:
Será que és feliz? Os psicólogos associam 25 hábitos à felicidade!
Não se mede caráter por aparência e nem felicidade por sorriso.

A palavra-chave: indivíduos. Ou seja, duas pessoas que protegem sua individualidade, seus interesses, suas aspirações e seus hobbies.

Amem a relação como ela é. Mesmo quando não estiverem de bom humor. Tenham confiança. Sejam sinceros, orgulhosos um do outro e abertos às mudanças. Aceitem todas as coisas novas.