Dizem que quando tudo passa, fica o que é realmente importante: a família. Maior ou menor, com problemas ou sem eles, todas as pessoas recorrem a alguém da sua família quando realmente precisam de intimidade, cura e um pouco de refúgio. Neste artigo vamos falar sobre o luxo de ter sobrinhos.
Esta é uma sorte que nem todas as pessoas podem aproveitar por diversas razões, mas é preciso apontar que nem todas as famílias são de sangue e muita gente faz de pessoas chegadas e amigos a sua própria família, porque encontraram neles o respeito e a compreensão que a sua família biológica lhes negou.

Também vais gostar destes:
Conhece as 20 funções que a madrinha deveria ter na vida do afilhado.
Amigos são a família que tu escolhes!

Tenhas a família que tiveres, vê-la crescer é uma das coisas mais fascinantes que podes experimentar nesta vida. Ver como uma nova geração vai colocando tudo de pernas para o ar com a sua alegria e inocência é algo contagiante para pais, tios e avós.
Muitas vezes o papel dos tios não é bem apontado e reconhecido, mas o facto é que entre sobrinhos e tios estabelece-se uma relação especial, com características que merecem ser explicadas. Porque ter sobrinhos é um super luxo que poucas vezes a vida lhe dará com tanta generosidade.
Tu aprendes o que significa cuidar de uma criança
As primeiras fraldas, os primeiros choros incontroláveis e os primeiros sintomas de pânico ao achares que fizeste algo errado. A tensão de pegar nos seus braços o que para o teu irmão ou irmã é o maior tesouro do mundo. Para ti, tudo isso é uma enorme aprendizagem.
A primeira vez que pegas o teu sobrinho nos braços sentes como toda a força e o carinho que provêm da tua família se materializaram nesse pequeno ser que não poderia ser mais perfeito.

Sempre com responsabilidade, cada vez assumes mais tempo de cuidado do teu sobrinho e percebes que o pânico e o medo não são bons conselheiros. Vais ganhando prática na arte de proteger, de dar carinho, e de sentir amor sem esperar nada em troca, porque só a tua presença já supre tudo: sono, exigências e a sua roupa manchada de diversas substâncias multicoloridas.
Proporciona um alívio aos teus irmãos
Quando te dás conta da responsabilidade tão grande que é passar uma horas com teu sobrinho, automaticamente começas a sentir empatia por tudo o que teu irmão ou irmã deve estar passando .
No caso de ser a tua irmã a que tenha passado por uma gravidez e parto com tudo o que isso implica, verás como a prudência e a compreensão são as melhores formas de estabelecer uma boa relação entre todos.
Com a tua presença presenteias horas de sono, banhos tranquilos e momentos de casal, em troca de passar mais tempo com esse pequeno ser que está revolucionando a vida de todo mundo.
No fim das contas, levá-lo para passear no seu carrinho, mostrar-lhe as tuas compras sempre com uma aprovação no seu rosto e ver como brinca e se surpreende com os pombos, não parece um favor tão pesado.
Eles crescem em estatura e tu em grandiosidade
A posição de toda “tia ou tio” é bastante confortável. Desfrutas de todas as vantagens do teu sobrinho sem seres o responsável principal da sua criação. Mas isso nunca é censurável, todos sabem disso e tu também, de modo que normalmente desfrutar dessa situação de vantagem é o melhor que você pode fazer.
Só uma tia pode abraçar como uma mãe, aconselhar como uma amiga, mimar como uma avó e guardar segredos como uma irmã.
É aí que aprecias quão importantes vocês podem ser um para o outro, quando se estabelece uma relação de cuidado que segue as normas dos pais, mas criando um novo vínculo entre vocês.
Voltas à tua infância
Os pais se preocupam em inculcar certos valores e disciplina aos seus filhos que toda a família deve respeitar, para assim reforçar a sua autoridade e por sua vez reforçar o sistema de regras da própria criança.
Quando te ocupas do teu sobrinho, é consciente de que tens que seguir essas indicações educativas, mas estando já estabelecidas, tens muito mais tempo para brincar e “explorar novos mundos”.
Estar em dia com as novidades de desenhos animados e os raciocínios curiosos que os teus sobrinhos tiram deles, inventar novas coreografias de dança e brincadeiras nas quais podes acabar sendo o gato, o cachorro ou o vampiro, é um treino rápido e eficaz para perder todo senso do ridículo frente aos seus pares.
És o seu apoio para as suas primeiras lágrimas e angústias
Para o bem ou para o mal, o filtro do conhecimento e do entendimento de certas coisas ainda não está totalmente moldado neles, o que faz com que qualquer chamada de atenção dos adultos ou o desprezo dos seus amigos seja vivido como um autêntico drama. E aí estás tu, para sustentá-lo, apoiá-lo e secar as suas primeiras lágrimas.
O seu mundo está cheio de simbologia, de amigos invisíveis, de sonhos relacionados com trabalhar como magos do mundo e salvadores de todo pequeno animal. A natureza é para eles uma forma de brincadeira e expressão, os seus sentidos estão vinculados à realidade em que vivem.
Esta etapa é o melhor momento para ser humano… portanto devemos contribuir para não quebrar o encanto.
Guardar o seu encanto mais puro e mostrá-lo novamente
Guarda todas as lembranças que puderes dos teus sobrinhos. Às vezes pais e avós estão tão sobrecarregados com a sua criação que não têm tempo para guardar tantos detalhes deles.
Pede que desenhem, que escrevam, faça um vídeo onde contem o que sonham ser quando crescerem, o que é o mais importante para eles e porque gostam de viver. Tira muitas fotos e anota num caderno coisas que tenham feito juntos.
Faz com que o teu sobrinho participe da magia que sentes por ele. Cada um de nós sonhou alguma vez em ter algo assim na nossa infância. Agora podes criá-lo para ti e para ele. É por isso que ter sobrinhos é um super luxo.

FONTEA mente é maravilhosa