O Dr. Paul Kelley, um pesquisador da Universidade de Oxford, cientificamente confirmou a alegação que quase todos os trabalhadores que já viveram sempre disseram: trabalhar antes das 10 horas da manhã é completamente exaustivo. Em uma entrevista, Kelley disse:

Antes dos 55 anos, os ritmos circadianos de adultos estão completamente fora de sincronia com as normais nove a cinco horas de trabalho, o que representa uma” grave ameaça” para o desempenho, humor e saúde mental.

Também vais gostar destes:
6 truques simples para te ajudar a dormir nas noites de insónia!
Dormir sem cuecas faz bem à tua saúde!

Com essa informação, Kelley determinou que é necessário que haja uma mudança global na forma como trabalhamos: “Os funcionários são geralmente privados de sono.”, afirma. “Nós temos uma sociedade privada de sono. É extremamente prejudicial para os sistemas do corpo, porque afectas os sistemas emocionais e de desempenho físico. O fígado e coração têm padrões diferentes e pedes para mudares duas ou três horas. Esta é uma questão internacional. Todos sofrem sem necessidade.

Se olharmos para as conexões entre o corpo humano, a Terra, e à luz de ritmos naturais do Sol, não é realmente possível mudar o seu ciclo de 24 horas. Horários de início mais tarde devem afectar todos os aspectos da sociedade, incluindo prisões e hospitais. Nesses ambientes, as pessoas estão normalmente acordadas e alimentadas de comidas que não querem. Tu és mais dócil, porque estás totalmente fora disso. A privação do sono é uma tortura “, continuou Kelley.
Agora só precisas imprimir este artigo e ir ireitinho/a bater à porta do chefão aí do teu barraco!

FONTEO Segredo