Bolas com esteróides podem proporcionar um alívio duradouro nas dores nos joelhos causadas por artrite.
Esferas microscópicas são injectadas directamente no joelho, onde os seus revestimentos se dissolvem lentamente, libertando gradualmente os esteróides dentro deles.

Também vais gostar destes:
5 exercícios muito simples para eliminar dores nos joelhos e pernas!
Receita para curar dor nos joelhos, ombros e demais articulações já nas primeiras aplicações!

Agora, esse tratamento, que leva apenas 1 minuto para ser administrado e proporciona um alívio por 3 meses, está a ser testado em ensaios clínicos maiores, envolvendo mais de 700 pessoas.
Os pesquisadores dizem que essas cápsulas não só promovem um alívio mais duradouro que os tratamentos já existentes, mas também que os pacientes podem evitar os efeitos colaterais associados ao uso de medicamentos orais.
A osteoartrite é caracterizada por lesões na região da articulação, resultante do desgaste da cartilagem, causando dor e inflamação. Os danos podem provocar crescimentos ósseos ou esporões que se desenvolvem ao redor das articulações, e assim, interferem nos movimentos.
Estima-se que mais de 500 mil pessoas entre homens e mulheres tem osteoartrite nos joelhos, variando de um grau moderado ao mais severo, mais que o dobro de casos de osteoartrite encontrados nos quadris.
Uma série de factores pode aumentar o risco, como uma lesão anterior, o avanço da idade (a maioria dos pacientes tem mais de 45 anos) e a obesidade, que coloca uma pressão extra nas articulações.
No entanto, os ingredientes activos são libertados imediatamente para dentro do corpo, o que significa que eles podem perder sua eficácia em algumas horas ou dias.
O novo tratamento, consiste num esteróide chamado acetonido de triamcinolona, que é embalado em microesferas que são injectadas directamente no joelho. As esferas são revestidas por um composto biodegradável que se rompe quando está dentro do corpo.
A pesquisa sugere que quando um esteróide é libertado desta forma, ele mantém-se na articulação, e assim os seus efeitos são muito mais duradouros. E como o fármaco não circula pelo corpo, há uma redução significativa dos riscos de efeitos secundários indesejados.

Um estudo da Universidade de Sidney mostrou que a droga permanece no líquido articular durante 12 semanas, diferentemente dos comprimidos orais, que agem somente por algumas horas.
Jane Tadman, pesquisadora britânica, disse: “Os médicos vêm injectando esteróides nas articulações para reduzir a dor durante anos. No entanto, o que há de novo e interessante sobre essa nova abordagem não é a droga em si, mas a forma como ela está sendo entregue. Estamos investigando maneiras semelhantes de fazer isso na artrite reumatóide”.
Enquanto isso, as injecções da própria gordura do paciente estão sendo testadas também como forma de reparar o dano tecidual causada pela artrite do joelho.
Um teste no centro clínico Biosolutions Research nos Estados Unidos, 100 pacientes com artrite no joelho passarão por uma lipoaspiração, onde a gordura será removida e então processada no laboratório. Então, as células estaminais (células-mãe que podem se diferenciar em vários tipo de células) obtidas a partir da gordura irão ser injectadas nos joelhos.
A maneira exacta de como isso poderia funcionar ainda não está clara, mas a teoria é que, uma vez que essas células estejam no local, desenvolveriam-se células tronco que ajudariam na reparação do dano tecidual que ocorre na articulação com artrite.
[sociallocker]Analgésicos como o paracetamol e o ibuprofeno tomados por via oral, assim como cremes ou géis esfregados no local, são os tratamentos hoje disponíveis para aliviar as dores[/sociallocker]

FONTESaúde curiosa


 
Partilha