É difícil acreditar nisto, afinal muitas pessoas utilizam Vick VapoRub, mas um bebé morreu após a mãe lhe passar esta pomada.

Parece uma pomada inofensiva e muito eficaz contra febre, congestão nasal e muitos outros sintomas, mas este caso fará com que muitas pessoas questionem o seu uso, principalmente as mães e os pais que têm filhos pequenos, porque poderá trazer consequências graves.

Quando voltou do trabalho, ela entrou no quarto do bebé de 2 anos e quando se aproximou para beijá-lo percebeu que ele estava com febre. Pensou que se tratava de um simples resfriado e pensou num remédio caseiro para dar à criança.

Ela então passou Vick VapoRub no peito, nas costas e abaixo do nariz do bebé para melhorar a respiração. Cobriu-o e recostou-se junto a ele.

Estava cansada, então dormiu com ele. Horas mais tarde, quando acordou, notou que o filho não respirava.

Rapidamente levou-o ao hospital para que os médicos pudessem salvá-lo. Mas lamentavelmente tudo foi inútil. Ele já havia falecido há algumas horas.

O relatório médico apontou que o bebé havia falecido por causa de uma inflamação das vias respiratórias provocada pela cânfora, ingrediente contido na pomada.

Ela nunca imaginou que este remédio caseiro lhe tiraria o filho. A única coisa que ela queria era ajudá-lo a respirar melhor e a pomada fez exactamente o contrário.

A pomada oferece bons resultados para adultos, mas para os menores de 2 anos, a cânfora aumenta a mucosidade em 60% e a mesma se acumula na traqueia, obstruindo a respiração.

Na verdade, o rótulo diz que o produto não deve ser usado por menores de 3 anos.
Lamentavelmente, no caso desta mãe mexicana, a advertência passou despercebida. O uso de remédios caseiros é bastante comum em vários lugares do mundo, por isto é importante que esta história sirva de alerta a todos os pais.

Tratando-se de crianças pequenas, sempre devemos ler os rótulos e consultar o médico primeiro antes de aplicar qualquer remédio caseiro.

Também vais gostar destes:
Homem vê bebé numa caixa de sapatos e descobre a triste verdade.
Bebé com a garganta cortada foi deixada à sua própria sorte para morrer.

Não deixes que um simples erro lhe tire o bem mais precioso. Devemos ser muito cautelosos e sempre consultar um especialista para tratar qualquer tipo de doença.

FONTEPerfeito


 
Partilha